Rapidinha softwre livre – 2

A Receita Federal ia “investir” 40 milhões dos seus impostos na aquisição de licenças do pacote MSOffice com a desculpe de padronizar o parque tecnológico. Sorte nossa que o SERPRO entrou na briga e evitou esse desperdício de dinheiro suado de um povo subdesenvolvido que luta para sobreviver. Agora o SERPRO tem 7 dias para propor alternativa, que enfatizo, não é nada difícil já que a alternativa está na ponta da língua de qualquer que conheça o mínimo de tecnologia.
Se quiserem investir meus impostos em centros de tecnologia, instituições de pesquisa ou projetos sociais eu não digo nada. Podem até aumentar os meus impostos para esses fins que mesmo assim ainda me contento, agora não venham pegar meu dinheiro e doar para empresas “lobbystas” porque funcionários receberam uma caixinha para aprovar licitações desnecessárias. Se investigar mais a fundo vão descobrir quem se beneficiou nessa licitação. Ainda mais que a maioria dos funcionários não precisam mais do que o GDocs.