Como comprovar isenção na internet

Recebi por email um texto do site Brasil de Fato defendendo o MST.
Consultei o domínio e o mesmo é controlado pela Associação Nacional de Cooperação Agrícola, conforme abaixo:

O Domínio www. brasildefato.com.br está reservado. Resposta completa:

Data registro: 2003-01-31T23:40:26.0Z
Data expiração: 2009-01-31T23:40:26.0Z
Status: Publicado

Informações sobre os Contatos
Administativo: SEBFA3
Cobrança: SEBFA3
Técnico: SEBFA3

Delegações DNS
NS1: araguaia.cepatec.org.br
NS2: itacaiunas.cepatec.org.br
NS3:
NS4:
NS5:

Informações sobre a Entidade
Associação Nacional de Cooperação Agrícola
Barão de Limeira, 1232
São Paulo
01202-002 – SP
Tel.: +55.1133613866
E-mail: zenaide@anca.org.br

Engraçado que o domínio do MST também é controlado pela ANCA.

O Domínio www. www.mst.org.br está reservado. Resposta completa:

Data registro: 1997-08-29T12:00:00.0Z
Data expiração: 2008-08-29T12:00:00.0Z
Status: Publicado

Informações sobre os Contatos
Administativo: ANA275
Cobrança: ANA275
Técnico: ANA275

Delegações DNS
NS1: araguaia.cepatec.org.br
NS2: itacaiunas.cepatec.org.br
NS3:
NS4:
NS5:

Informações sobre a Entidade
Associação Nacional de Cooperação Agrícola
Barão de Limeira, 1232
São Paulo
01202-002 – SP
Tel.: +55.1133613866
E-mail: zenaide@anca.org.br

Eu já tinha ouvido falar dessa entidade, só não lembrava de onde, fazendo uma busca no google encontrei essa notícia no G1:

“O Tribunal de Contas da União (TCU) condenou a Associação Nacional de Cooperação Agrícola (Anca) a devolver mais de R$ 3 milhões à União por ter cometido irregularidades em convênio com o Ministério da Educação. A entidade é ligada ao Movimento dos Sem Terra (MST), para quem repassou os recursos.”

Pode até ser que o texto tivesse a boa fé na defesa do indefensável, mas o vínculo compromete a falta de interesse próprio da notícia.

Na próxima criem pelo menos um blogspot da vida, pessoal. Em tempos de “Terceira Onda” é difícil manter algo por mais que cinco minutos de pesquisa na net.