Despertaram o gigante adormecido.

Escrevo nessa segunda feira, 24 de outubro de 2005, após o refendo de comercialização das armas com uma satisfação animalesca, não pela derrota de mais uma canalhice politica que torrou milhões de reais dos impostos alarmantes que assolam esse país, mas sim pelo “tiro” no pé que esses calhordas se autoflagelaram.
O lado bom desse dinheiro gasto foi o despertar do Brasil para a democracia, essa palavrinha que é tão combatida por todos os partidos dessa nação, desde o PCdoB e sua famigerada bandeira de cruz e martelo que luta pela dominação com essa ideologia morta e enterrada que só existe em paises subdesenvolvidos, como pelo PSDB e sua social-democracia de araque que na verdade tem como sinonimo de altruísmo contratos entre amigos e distribuição de renda entre parentes, passando pelo PFL que de liberal só tem o nome, mas na verdade é tão estatólatra quando o PTB ou PDT.
Outrora esse referendo seria facilimo de manipular como ocorreu com o ápice do Lulismo, ou melhor, Petismo em 2002. Mas aquela ludibriação foi diluída nas constantes crises de corrupção descobertas desde o inicio de 2005. Esse referendo foi associado com o governo federal mesmo com apenas a manifestação de apoio ao “SIM” dado pelo presidente e partidos aliados, tambem associado com a esquerda pela proposta cretina de tentar homologar uma lei de desarmamento com apenas uma cláusula na forma de referendo que nada impactaria na sua execução, com essa empulhação de defensores dos “direitos humanos” que não passam de aproveitadores de imprensa de porta de cadeia, artistas maria-vai-com-as-outras como disse o Fagner, politicamente corretos que não saem de seus apartamentos, entre outros patetas patéticos.
Mas esse tiro surtiu um efeito avassalador, fez pessoas humildes, semi e analfabetas discutirem seus direitos, deveres e obrigações cívicos, comentar não só sobre o referendo mas tambem sobre assuntos ligados diretamente com a capacidade de cobrança pública, como saúde, educação, etc.
Voto no interior, conferi uma votação calma mas não menos calorosa nas discussões mesmo não havendo boca de urna ou troca de ofensa entre adversários politicos. As pessoas saíram desse referendo com uma vontade imensa de dar “o troco”, de exigir mudanças, não pense que isso não refletirá diretamente no próximo ano na próxima eleição, porque isso foi uma prévia, o povo mesmo sem cultura sabe votar, mesmo sem conhecimento sabe escolher, a informação agora não é privilégio de rico, uma casa por mais simples que seja tem televisão, a internet está chegando com força nos quatro cantos desse país, até minha cidade tem lan house, imagine só, a poucos anos sofriamos com uma seca braba, onde maior parte do ano tinhamos que comprar água de carros-pipa porque um projeto de 105 anos não saía do papel, assim que foi construída uma barragem no principal rio que corta a cidade resolvemos um problema de pelo menos 300 anos. Tudo isso por falta de cobrança, por falta de ação, por falta de conhecimento.
Acordaram um gigante adormecido, como as eleições estão muito próximas não dará tempo de esfriar os ânimos acirrados por cobrança, o dinheiro ainda vai vencer por algum tempo, mas as idéias e as ações valerão muito mais que o vil metal, o jovem politico é aquele que dominará o próximo pleito, essa classe de neocoronéis tende a sumir ano que vem ou na pior das hipóteses reduzir drásticamente sua representatividade, se resumindo em 2 ou 3 por estado sobretudo no Nordeste, área ainda envolta com problema de analfabetismo.
A cada dia acredito numa mudança radical na condução desse país, e depois desse referendo me enchi mais ainda de esperanças, será que vamos entrar numa era de ordem e progresso como rege a nossa bandeira? só o tempo dirá, mas os ventos estão assoprando na direção certa, cabe agora tomarmos o leme e não deixar o barco a deriva e que virem as velas em direção contrária.

Criaturas Mutantes do SIM

A campanha do SIM nos revelou a existência de alguns seres com poderes extraordinários, que nem imaginávamos que estão nossa volta:

O Homem-Bomba!
Homem bomba também conhecido como Cidadão de Bem, um ser sempre armado e tão pavio curto que basta uma ofensa, uma encarada, dois goles de cerveja ou algumas gotinhas de cachaça para ele explodir e matar todos ao seu redor. Muito encontrado no trânsito e em bares, botequins, danceterias, bailões e churrascos.
De acordo com ONG´S, sociólogos, políticos de esquerda e atores da globo esta é a criatura mais perigosa de todas e responsável por 95% dos homicídios.

O Contrabandista Arrependido
Ele sempre traficou todo tipo de arma para a bandidagem: pistola, metralhadora, fuzil, granada, lança mísseis. E ganha uma grana violenta com isso. Mas se o SIM ganhar no referendo, vai ficar tão tocado e sensibilizado que vai abandonar toda uma vida de crimes, deixar de lado o luxo e os prazeres materiais e vai parar de vender aos bandidos esses instrumentos que só trazem morte e destruição. Vai entrar para um mosteiro franciscano e viver como pobre para o resto da vida. É por isso que o pessoal do SIM diz que a vitória no referendo vai ajudar a desarmar os bandidos.

Gasparzinho, o Bandidinho Legal
É um facínora da pior espécie. Seqüestra, surra e estupra as vítimas, e mata com requintes de sadismo. Dizem que até bate na mãe em plena sexta-feira santa! Ele não é o “Bandidinho Legal” porque é algum exemplo de bondade e delicadeza, mas sim porque só compra armas no mercado legal, sacaram? Apresenta toda a documentação, atestados e certidões negativas, faz curso de tiro e teste psicológico e se apresenta ao delegado dizendo que a arma é para a segurança do seu trabalho, afinal sabe lá se vai aparecer alguma vítima pouco cooperativa? Espera pacientemente receber a autorização e se satisfaz com armas de calibre permitido e os 50 cartuchos de munição. Tudo dentro da lei. Afinal, posse irregular de arma de fogo é crime! Pode dar até 6 anos de cadeia!

O Corno Agressivo e a Mulher Safada
Como todos sabem, se o “NÃO” ganhar, a população brasileira no dia seguinte sofrerá transformações:

1. Todos as mulheres serão safadas, e sairã por aí dando para o primeiro que aparecer;
2. Todos os maridos, no exato momento em que descobrirem que são cornos, também descobrirão que na gaveta da mesinha de cabeceira tem um 38 maligno, carregado. O 3-oitão estará implorando para ser descarregado, como alguém que está sofrendo de uma dor de barriga e precisa urgente evacuar.

3. O mesmo marido, que acaba de descobrir que é corno e possuidor de um 38, descobre que é um assassino temperamental. Mata a mulher e o amante.

4. O corno, agora também assassino, descobre que ainda há balas na arma. Como qualquer pessoa normal, não consegue resistir tentação de ver a arma carregada, e mata o cachorro e o papagaio.

5. “Sobrou mais uma bala! Droga! EU não resisto vontade de sair por aí atirando, enquanto tiver bala eu quero atirar!”
Aproveita a oportunidade, e se mata.

El Loco Ladron Destemido
Este ladrão PREFERE que sua vítima esteja armada, pois segundo o pessoal do SIM, oque ladrão mais gosta de roubar depois de dinheiro, é arma!!
Se tem uma casa com arma e uma sem, ele vai na quem tem gente com arma!
O mais impressionante, é que esse ladrão sempre consegue roubar a arma de sua vítima sem nenhum problema!
Seu maior inimigo é outro El Loco que por ventura venha a encontrar e tentar roubar por acidente, sem antes checar seus antecedentes. Nesses eventuais encontros somente o mais destemido dos El Locos sobrevive e rouba a arma do outro.
É raro, mas as estátisticas do SIM mostram que esse encontro as vezes acontece.

A Orda das Armas Quebradas:
Segundo o pessoal do SIM, as armas foram feitas unica e exclusivamente para matar.
Temos 17 milhões de armas no Brasil, cada uma pode disparar em média 5 tiros. Isso daria pra matar 85 milões de pessoas cada vez que essas armas fossem usadas.
Como apenas 40 mil pessoas por ano são mortas por armas de fogo, conclue-se que temos Ordas de Armas Quebradas em nosso país, já que nem 0,01% delas está fazendo a ÚNICA coisa que elas foram feitas pra fazer, já que arma não serve pra mais nada , só pra matar.

As Viúvas Assassinas
Essas velhinhas eram conhecidas por cometer assassinatos em série até o ano passado, e tinham o poder sobrenatural de fazer funcionar garruchas enferrujadas e armas que qualquer um imaginaria que não funcionariam mais. Foram elas que, num gesto tocante de conscientização, ouviram ao apelo das ONGs para entregar as armas na campanha de recolhimento. Como eram responsáveis por 5.000 homicídios por ano, a redução dos índices de morte por arma de fogo foi imediata.

O Políticus Honestus
Ele recusou o mensalão que rolou na data da aprovação do Estatuto do Desarmamento. Votou a favor por convicção mesmo. Afinal, ele acredita sinceramente e de todo coração nas ONGs que disseram a ele que a proibição da venda de armas vai “desarmar o Brasil” e finalmente trazer paz para este país. Gente tão bem intencionada como esse pessoal do Viva Rio não pode estar mentindo, não é mesmo? Se a proibição for aprovada, o Políticus Honestus vai mesmo dispensar seus seguranças, vai se mudar do condomínio fechado para uma casa na praia, e vai trocar o carro blindado por um conversível.

A Arma Voadora
Essas armas terríveis têm vontade própria, carregam-se, apontam para a vítima e disparam sozinhas. É por isso que dizem que o culpado pela violência no Brasil são as armas de fogo, e não os bandidos.

O Bandido Ninja
Esses bandidos mutantes têm poderes paranormais e são capazes de se teletransportar para dentro da casa da vítima, sem fazer qualquer ruído, e já se materializam dentro da casa com a arma já apontada para os moradores. Eles não têm medo, afinal são prova de balas. É por isso que o pessoal do SIM diz é impossível reagir com arma de fogo porque o bandido sempre tem o “elemento surpresa”.

O Bandido Alienígena
Ele vive em outra dimensão e só vem para a nossa para roubar, e depois vai embora. Por isso não tem amigos, parentes, conhecidos, namoradas, amantes, esposas nem vizinhos. É por isso que o pessoal do SIM diz que, como muitos crimes são cometidos por pessoas conhecidas, parentes, vizinhos, ou são crimes passionais, automaticamente só podem ter sido cometidos por cidadãos comuns. O bandido alienígena também não dirige carros e nem freqüenta festas, bailes funk ou partidas de futebol. Logo, se algum crime for cometido em alguma dessas situações, logicamente a culpa é de algum cidadão de bem.

O Policial “The Flash”
Ele tem o poder de voar com sua capa de Superman a velocidades incríveis, assim que é acionado pelo atendimento do 190 (que por sinal, nunca dá ocupado). Assim, consegue sempre chegar casa de qualquer vítima a tempo de impedir o crime e ainda capturar o bandido, mesmo se a residência estiver na zona rural, a centenas de quilômetros do posto policial. Ideal para combater o Bandido Ninja. É por isso que o pessoal do SIM diz que ninguém precisa ter arma em casa.

O LOBBY-ZOMEN
Os Lobby-Zomens são seres multimilionários e sádicos. São megaempresários sanguinários que fabricam armas e munições simplesmente porque adoram ver pessoas se matando umas as outras. Os Lobby-Zomens usam seus superpoderes financeiros para hipnotizar políticos e deputados para estes votarem leis que os beneficiem. Os únicos seres imunes a estes poderes são os Politicus Honestus porém raros demais para constar nas estatísticas. Os Lobby-Zomens são verdadeiros fascínoras! a turma do mensalão e fichinha perto deles!

Mudei meu voto: agora VOTO SIM. (contra argumentos não há fatos)

MUDEI DE IDÉIA
AGORA MEU VOTO É SIM!!!

Antes, eu tinha certeza de que ia votar no NÃO e ninguém ia me convencer do contrário. Mas o tempo foi passando, entrei nas comunidades do SIM e do NAO no orkut, ouvi propagandas no rádio e na TV e os argumentos do SIM me convenceram. Vou votar SIM. Sabe por que?

Vou dar 20 motivos:

1. Descobri que é a arma legal que alimenta os bandidos. Todas aquelas AR-15, AK-47, granadas e bazucas que os traficantes do Rio usam foram roubadas de cidadãos honestos que compraram as armas legalmente. Da minha casa mesmo, por exemplo. Ano passado me roubaram quatro mísseis stinger.

2. Descobri que todos os pais que têm armas de fogo costumam deixá-las carregadas e engatilhadas em cima do sofá da sala. Por isso que 94 milhões de crianças brasileiras morrem brincando com armas de fogo todos os anos.

3. Descobri que quem mora em fazendas, isolado de todos, no meio do mato, não precisa de armas. No meio da natureza rola uma ‘vibe’ muito forte, as energias positivas das árvores e das flores protegem eles.

4. Descobri que os 570 milhões de reais investidos para realizar o referendo foram muito bem empregados. Afinal, porque que a gente vai gastar com segurança, quando se pode gastar num referendo? E dizendo SIM eles, nossos governantes, vão ver o quanto a gente adorou ter esse privilégio de exercer nosso direito como cidadão de decidir os rumos do nosso Brasil!

5. Descobri que se o NAO ganhar, as armas de fogo vão imediatamente ficar 90% mais baratas e vai acabar a burocracia para a compra de uma. No dia seguinte vitória do NÃO, qualquer pessoa (bandido ou não) vai poder ir numa loja de armas, comprar um 44 e oito caixas de munição, já vai sair armado e vai para o bar mais próximo para arrumar briga e me matar.

6. Descobri que delegados e policiais civis militares e federais – que são em quase totalidade favoráveis ao NAO – não entendem N-A-D-A de violência e criminalidade. Quem manja mesmo do assunto são atores, sociólogos e dirigentes de ONGs

7. Descobri que todos os assaltantes de casa têm superpoderes. Eles atravessam portas e paredes e se materializam imediatamente na sua frente e apontam uma arma para a sua cabeça enquanto você ainda está deitado, tornando impossível qualquer reação. Eles não perdem tempo e não fazem barulho arrombando portas.

8. Descobri que se eu vir ou ouvir algum bandido pulando a cerca e entrando no meu quintal, eu não vou conseguir afugentá-lo com um tiro para cima ou para o chão. Se ele ouvir o tiro, aí sim, é que ele vai ficar excitado e vai querer de toda forma entrar em casa e trocar tiros comigos. Eles adoram fazer isso.

9. Descobri que estrangeiros que lideram ONGs como a Viva-Rio têm muita experiência no assunto. Afinal, todo mundo sabe que a situação social, econômica e de criminalidade da França, Inglaterra e Estados Unidos (que é de onde eles vêm) é IGUALZINHA realidade do Brasil. Não tenho a menor dúvida de que todas as teorias deles vão funcionar direitinho aqui.

10. Descobri que o governo quer que a gente vote SIM. E o governo sempre pensa no nosso bem. Afinal, todo mundo sabe que a qualidade da saúde pública, ensino público, segurança pública, e etc vem melhorando cada vez mais, dia a dia.

11. Descobri que todos os cidadãos de bem assim que acabarem suas munições vão manter suas armas eternamente sem munição, até se deteriorarem, ninguém vai buscar bala no mercado negro (até porque a violência vai diminuir um bocado), e assim não corre o risco do mercado negro se fortalecer.

12. Descobri que se o SIM ganhar, não vão mais acontecer mortes banais. Maridos ciumentos só vão agredir as mulheres com travesseiros, torcidas organizadas vão se dar as mãos, facas e canivetes vão perder o fio, tijolos e paus vão ficar macios e os pitboys vão todos se converter ao budismo.

13. Descobri que essa história dos crimes por armas de fogo ter aumentado 500% na Inglaterra nos 6 anos após o desarmamento por lá foi uma coisa super normal, afinal, a população tá se expandindo, né? É natural que haja um aumento.

14. Descobri que o jovem é a principal vítima da arma de fogo. Claro que isso não tem nada a ver com o fato de o jovem ser o maior usuário de drogas, e nem o fato de que quase 100% dos envolvidos no tráfico de drogas têm menos de 30 anos (porque morrem ou são presos antes). Isso é só coincidência.

15. Descobri que no Texas – onde há quase uma arma por habitante – reduziu para quase a metade o índice de crimes violentos nos últimos dez anos. Mas isso é porque nesses dez anos, o pessoal parou de comer carne vermelha e começou a ouvir mais Bob Marley.

16. Descobri que todo mundo que tem arma de fogo é um suicída em potencial. E a única causa do suicídio é a arma de fogo, e não a falta de perspectivas, falta de um ideal, falta de um sonho a buscar ou então distúrbios psíquicos como a depressão.

17. Descobri que se algum bandido invadir a minha casa, basta eu ligar para o 190. A polícia sempre tem homens e viaturas sobrando e levará menos de 3 minutos para me atender.

18. Caso isso não aconteça, basta eu fazer o sinalzinho do “sou da paz” com as mãos e o ladrão vai saber que eu sou um guri legal, e então ele vai embora em paz sem levar nada e sem violência nenhuma. Eles sempre agem assim quando descobrem que você é da paz, e não um daqueles psicopatas malvados que são a favor do NÃO.

19. Caso o ladrão seja muito, mas muito malvadão, eu só preciso gritar por socorro. Em cinco segundos vão aparecer a Fernanda Montenegro, a Maitê Proença e o Felipe Dylon para me salvar e prender o bandido. Sem usar armas. Êêêêêêêêêêê!!!

20. Se o SIM ganhar, o Brasil vai ser um país mais feliz. Que nem na novela! Obaaaaaaa!