Mete a mão na cara da vagabunda

Foi com essa frase que DiLurdes [minha vizinha] recomendou a seu marido, Leomário, o tratamento carinhoso que este aplicou na filha do casal quando Rosicleide [minha outra vizinha] fuxicou para eles que Juciemaria [a filha] foi flagrada sem roupas com o marido de Deucinéia [outra vizinha]…
Eu ia chegando em casa quando presenciei aquele bofetão lindo, digno de novela das oito, quando Leomário, queimando óleo 30, o aplicou.
Pensei de imediato, se o pai daquela senhora que foi flagrada em uma praia na Espanha tivesse dado um bofetão por ela ter mostrado as “vergonhas” em público em ato carnal obsceno, tinha economizado muitos posts na Blogosfera.

Religião da Paz

terroristas
Sempre quando se discute o Islã por essas bandas surgem dezenas de teólogos dando seu testemunho o quanto o Islã foi deturpado pelos “terroristas” (sic) árabes. Até especialistas na dita mídia convencional veem com esse discurso sem fundamentos.
Nos blogs pipocam especialistas dizendo que não é bem assim e que na verdade o islã foi deturpado e tal.
A única coisa que esse pessoal todo não faz e seria o mínimo para estabelecer um raciocínio seria… ler o alcorão!
Sim, parece uma coisa boba mas antes de falar sobre a religião da paz tem que ler o alcorão. Quando vierem com essa história de extremista ou radical esfregue o alcorão na cara desses infiéis.
Radical ou extremista são termos usados para ridicularizar o sagrado Islã e as palavras do profeta tirando dos mártires sua reputação imaculada. Portanto, repitam comigo: “Os homens-bombas estão certos” [de acordo com o Alcorão].
Vejamos o que diz o alcorão:

“AL BÁCARA”(A VACA)Revelada em Madina, 286 versículos.
2ª SURATA
191: “Matai-os onde quer se os encontreis e expulsai-os de onde vos expulsaram, porque a perseguição é mais grave do que o homicídio. Não os combatais nas cercanias da Mesquita Sagrada, a menos que vos ataquem. Mas, se ali vos combaterem, matai-os. Tal será o castigo dos incrédulos.”

“AN NISSÁ”(AS MULHERES)Revelada em Madina; 176 versículos.
4ª SURATA
89: “Anseiam (os hipócritas) que renegueis, como renegaram eles, para que sejais todos iguais. Não tomeis a nenhum deles por confidente, até que tenham migrado(285) pela causa de Deus. Porém, se se rebelarem, capturai-os então, matai-os, onde quer que os acheis, e não tomeis a nenhum deles por confidente nem por socorredor.”

91: “Encontrareis outros que intentarão ganhar a vossa confiança, bem como a de seu povo. Toda a vez que forem chamados à intriga, nela sucumbirão. Se não ficarem neutros, em relação a vós, nem vos propuserem a paz, nem tampouco contiverem as suas mãos, capturai-os e matai-os, onde quer que os acheis, porque sobre isto vos concedemos autoridade absoluta.”

“AT TAUBAH”(O ARREPENDIMENTO)(561)Revelada em Madina; 129 versículos, com exceção dos versículos: 128 e 129, que foram revelados em Makka.
9ª SURATA
5: “Mas quanto os meses sagrados houverem transcorrido, matai os idólatras(564), onde quer que os acheis; capturaios, acossai-os e espreitai-os; porém, caso se arrependam, observem a oração e paguem o zakat, abri-lhes o caminho. Sabei que Deus é Indulgente, Misericordiosíssimo.”

Esse trecho especialmente para judeus e cristãos:

29: “Combatei aqueles que não crêem em Deus e no Dia do Juízo Final, nem abstêm do que Deus e Seu Mensageiro proibiram, e nem professam a verdadeira religião daqueles que receberam o Livro, até que, submissos, paguem o Jizya.(573)”

cartoon
Jizya; o significado é compensação. O significado derivado, que se tornou um significado técnico, era uma capitação exigida daqueles que não aceitavam o Islam, mas que concordavam em viverem sob a sua proteção, estando, deste modo, tacitamente disposto a se submeterem aos ideais impostos pelo Estado Muçulmano, salvo apenas a sua liberdade pessoal de consciência, com relação a eles mesmos. Não havia uma quantia fixa para isso e, de qualquer modo, aquilo era simbólico – uma conscientização de que eles cuja religião era tolerada, por seu turno, não deveriam interferir com a pregação e o progresso do Islam. O Imam Chafi’i acha que a contribuição seria de um dinar por ano, que seria o dinar árabe de ouro, corrente nos Estados Muçulmanos. Ver a nota do versículo 75 da 3ª Surata. A taxa variada de quantia, havendo exceções para os pobres, para as mulheres e crianças (segundo Abu Hanifa), para os escravos, e para os monges ermitões; constituindo-se de uma taxa sobre pessoas fisicamente capazes e em idade para o serviço militar, aquilo seria, de certo modo, uma comutação para este serviço.

Terceiro mandato

Uma coisa estranha é que a direita argumenta que o terceiro mandato de Lula seria mal negócio para o Brasil, bla bla blá…
Agora que Uribe deu um pau nas Farcs e está lulando pelo terceiro mandato a direita afirma que ele pode ter o terceiro mandato… que é diferente blá blá blá…
A esquerda agora diz que é contra o terceiro mandato de Uribe pelos bla-bla-blas da direita no sentido inverso.
Já para o terceiro mandato de Lula vale a pena por blá blá blá…
Ou concorda que o terceiro mandato é válido para o Lula e para Uribe ou não é válido para nenhum dos dois.
Mas direita e esquerda [volver] como sempre lutam pela ditadura de sinais trocados sempre.