Category Archives: xpce

Workshop Agile

Após o post que escrevi sobre erros comuns ainda hoje de modelagem feitos principalmente na comunidade Java – mas não limitados a essa comunidade,  choveram de dúvidas de clientes e desenvolvedores próximos sobre quais as melhores práticas e como desenvolvemos.

Apesar de um tema com bastante bibliografia, muito material na internet e já uma certa maturidade no mercado nós notamos que ainda há um fosso enorme entre a realidade dos projetos atuais e a aplicação dessa teoria, principalmente um treinamento com um sentido mais prático.

Ainda não há uma base consistente e sólida de treinamentos e materiais sobre experiências reais e projetos que deram ou não certo.

Frente a isso nós formatamos um Workshop para responder todas essas indagações com um treinamento voltado ao “como fazer”, direto ao ponto, demonstrando a teoria “by the book” em um projeto de verdade com todas as situações que nos fazem relegar boas práticas e tornam o desenvolvimento tão caro e muitas vezes ineficaz.

Juntei o material de cursos passados, demos uma repaginada com a experiência dos últimos anos, o que funcionou e principalmente não funcionou para responder a todas as perguntas possíveis em um espaço relativamente curto de tempo, mas precisamente focado.

Se tiver interesse de participar, vá lá e se inscreva, faremos de tudo para deixá-lo apto a entender todo o ciclo de desenvolvimento moderno. Um curso para todos os níveis. Uma imersão no Ágil.

Trabalho Energizado 2

Ano passado eu escrevi sobre minha teoria de produtividade nas empresas de software e a incluí em algumas palestras, inclusive é também um tópico da minha palestra recém aprovada no AgileBrazil 2011: Dar Caos à Ordem.

Essa minha teoria é puramente empírica, não fiz nenhum estudo com rigor acadêmico sobre isso. Eis que vejo uma pesquisa na Época Negócios dando razão a minha teoria. Só que a matéria fala em meio expediente, eu sustento que por volta de 60 a 70% do tempo é desperdiçado com trabalho repetitivo e desnecessário que pode/deve ser automatizado.

Algumas empresas sentem essa má produtividade, mas culpam o cafezinho, quando na realidade a hora do cafezinho responde por grandes momentos de discussões necessárias.

Palestra BDD – Unifor 2010

Ontem [27/05/2010] palestrei no evento da JavaCE na Unifor, abaixo estão os slides. Para quem não participou do evento, provavelmente os slides não farão muito sentido por si, mas creio que dá para entender o contexto.

O objetivo dessa palestra foi desmistificar um pouco o entendimento sobre Domain Driven Design. O foco foi demonstrar que essa abordagem não é sobre padrões, como bem me aconselhou o Rodrigo Yoshima. Enfatizei a comunicação como fator importante e comparei arquiteturas existentes por má compreensão não só da “Orientação a Objetos”, mas por dogmatismo e ignorância.

Como eu conheço bem o mercado local, enfatizei algumas más práticas que considero o empecilho aos projetos, principalmente as “arquiteturas de referências” que se proliferam aqui e impactam na modelagem.

Fizemos um “Hands On” rapidinho e não tem como não falar sobre TDD, afinal, modelagem ágil passa invariavelmente pelo Test First. “Fizemos”, porque tive a ajuda do @rponte.

27052010265

Descobri só ontem que existe tradução do livro Domain Driven Design do Eric Evans, eu recomendo comprarem o original na Amazon, mas se forem comprar em português que seja pelo meu link. 🙂

A InfoQ publicou um minibook sobre o tema.

Vou subir a aplicação que codificamos ontem para o github e atualizo essa página quando estiver disponível. Algumas fotos que foram tirados voces conferem aqui.

Algumas referências importantes sobre o que falei ontem:

http://blog.aspercom.com.br/2009/08/11/repositorios-ddd/

http://fragmental.tw/2010/02/24/everyday-tales-anatomy-of-a-refactoring/

http://fragmental.tw/2010/03/10/everyday-tales-anatomy-of-a-refactoring-%E2%80%93-part-2/

http://fragmental.tw/2010/03/10/everyday-tales-anatomy-of-a-refactoring-%e2%80%93-part-3/

http://fragmental.tw/2010/03/22/nevermind-domain-driven-design/