Saiba perguntar!

{ August 7th, 2010 }


cmilfont

Autor: cmilfont

Especificamente no dia 22 de Junho de 2010 eu li uma mensagem, n√£o lembro aonde, afirmando que as 10 primeiras perguntas enviadas a determinado email seriam selecionados para uma entrevista com Don Tapscott para a revista √Čpoca Neg√≥cios, a qual eu sou assinante.

N√£o formulei bem minha pergunta, na verdade foi um desastre, leiam “ipsi litteris” meu email:

Don, quais os conselhos que voc√™ daria para as empresas se precaverem contra “comportamentos de rebanho”?
Comportamente de rebanho eu considero aqueles movimentos causados por especuladores que tem o dominio sobre uma determinada multid√£o e pode influenci√°-los negativamente afim de prejudicar e sabotar concorrentes.

Christiano MIlfont, Fortaleza-CE

Observe que minha pergunta estava relacionada a comportamento das multid√Ķes, uma pergunta mais consistente seria:¬† Como lidar com “comportamento das massas” negativa para seus neg√≥cios quando voc√™ perde o controle ou n√£o sabe lidar com isso?

O que saiu na revista:

8 Que conselhos daria para as empresas se precaverem contra movimentos de especuladores que podem prejudicar e sabotar concorrentes? Christiano Milfont | Fortaleza ‚Äď CE

Se seus concorrentes est√£o espalhando informa√ß√Ķes falsas sobre a sua empresa e violando a lei, acredito que voc√™ deve levar o caso √†s autoridades competentes.

Note que o sentido da pergunta virou especulação contra concorrentes o que é diferente de influência indireta por movimentos das massas.

A pergunta foi mal feita, o jornalista responsável não é especialista em todos os assuntos, diante da pergunta ele vai tentar condensar de forma a se enquadrar na matéria. Portanto a culpa maior é minha e não da mídia.

#fikdik

Categories: crowds ~ ~ Trackback


Assine os coment√°rios deste artigo.


Leave a Reply