Retrospectiva 2013

{ December 31st, 2013 }


cmilfont

Autor: cmilfont

Trabalho

Em 2013 eu integrei a Fortes Informática de verdade. Li 10+ livros técnicos, apesar de nenhum linguagem nova #shameonme (considero aprender uma linguagem nova apenas quando uso em um projeto real que vai para o ar).


Gravei alguns Screencasts, fiz cerca de 10 turmas em cursos de Javascript tanto em empresas quanto na minha, 8 turmas no Product On Rails e tantos outros em diversas modalidades que ministro. #cansativo

Eventos

Viajei para eventos em S√£o Paulo palestrando no MobileConf em abril.



Em maio construímos o JSConfBR (Eu, Henrique Gogó e Douglas Campos como organizadores, eu como realizador e Douglas Campos como curador e responsável pela família no Brazil).
Palestrei no mês de junho em Quixadá-CE e me surpreendi como uma universidade (ou o conjunto delas) pode transformar uma cidade.


Palestrei no mês de junho em Brasília no Agile Brazil com o Yuri Adams.


Final de junho e inicio de julho eu fui participar do QCON e RubyConf.


Viajei em agosto para palestrar pela primeira vez em Teresina para o evento do Agile Piauí.


Em novembro construímos (eu e Henrique Gogó) o CEJS que entra para o calendário anual.

CEJS 2013
Palestrei novamente na fantástica Uberlandia no TechDays do UaiJUG pelo terceiro ano seguido em novembro.

Esportes

Corri a 12ª Maratona Pão de Açucar de Revezamento com um time da Fortes (2x5km) e prometi me aposentar desse esporte.


Fui graduado a Purple Belt pelo Daniel Campelo (equipe Gigueto-MG) depois de 15 anos do primeiro treino (primeiro treino foi na antiga academia Sazinho Sá da Santos Dumont com o Onix Ferraz em 1997) ao mesmo tempo que quebrei uma costela e em seguida uma tendinite, terminei o ano com 6kg a mais.

Família

Descobrimos que estamos gr√°vidos do nosso segundo filho, o Miguel que nascer√° l√° pra festas juninas e vai integrar a equipe do Christian Milfont.


Terminamos o ano mais felizes e nos amando com a ben√ß√£o de D’us.

Um feliz ano novo a todos.

Posted in retrospectiva ~ No Comments

Designed for Use

Designed for Use

Uma dica bastante interessante que li no excelente Designed for Use: Create Usable Interfaces for Applications and the Web¬†de Lukas Mathis √© Don’t Interrupt (N√£o interrompa) seguida de¬†Instead of Interrupting, Offer Undo (Em vez de interromper, ofere√ßa o desfazer).

Pois bem, o exemplo usado é justamente a implementação do gmail web que não me interrompe quando transfiro um email para a lixeira, mas oferecendo a opção de desfazer caso por algum acidente eu tenha acionado a ação.

Notei a versão android pisando na bola por fazer as duas coisas, oferece a opção de desfazer, mas também me interrompe.  Seguem Screenshots da operação.

Eu adoraria fazer Drag and Drop para a lixeira na a√ß√£o de apertar o email por um tempo e n√£o apenas habilitar o menu de op√ß√Ķes.

Posted in usabilidade ~ 3 Comments

Sobre JSConf Brazil e BrazilJS

{ May 22nd, 2013 }


cmilfont

Autor: cmilfont

TL;DR

Não existe concorrência entre JSConfbr e BrazilJS, inclusive eu recomendo a voce ir aos dois porque são complementares e duas propostas totalmente diferentes.

Boatos

Est√° rolando algum boato aonde existe um “racha” na comunidade, comunidade dividida ou algo assim, nada disso √© verdade. Eu vou para o BrazilJS e o Felipe e Jaydson vem para o JSConfbr, n√≥s n√£o estamos brigados, portanto j√° pode falar para o colega ao lado que isso n√£o existe.

Jaydson publicou recentemente que os dois eventos não competem, agora vou ter que explicar também para não deixar boatos crescerem.

Como BrazilJS nasceu

Eu sempre tive o interesse de fazer uma conferência sobre Javascript, é uma tecnologia que gosto há mais de uma década. Tentei de forma muito inoportuna realizar o JSConf aqui por volta de 2010, o Chris Willians muito gentilmente sugeriu que eu tomasse vergonha na cara e provasse antes que poderia ter capacidade disso, pincei um trecho do email dele para voce ver que o nome BrazilJS foi justamente sugestão:

Here’s our proposal: for the first conference, find a different name, say¬†BrazilJS¬†or BRJS or JSBR (or any other) and then come and attend either JSConf.us or JSConf.eu (or both and then we can talk in person, over (many) beers how to make JSConfBr. In return, we’ll help you out with any promotion you might need.

Pouco tempo depois eu conheci o Jaydson e Felipe provavelmente em alguma lista de discuss√Ķes e resolvemos juntar for√ßas para realizar esse evento – agora denominado BrazilJS – aqui no Brasil. Vale lembrar que ainda fazia parte da coordena√ß√£o desse primeiro evento o Francisco Barroso e o Henrique Soares.

Ano passado por motivos pessoais e profissionais eu não poderia sequer ir ao BrazilJS, para não prejudicar a organização eu comuniquei ao  meninos do sul essa decisão. O evento foi um sucesso contínuo, em 2011 tínhamos colocado mais de 500 pessoas em um teatro aqui em Fortaleza e ano passado encheram um teatro em Porto Alegre com cerca de 900 participantes.

A temática do BrazilJS é dar oportunidade a brasileiros palestrarem em uma conferência junto a nomes famosos internacionalmente no formato auditório lotado de gente, até não caber mais. Até que provem o contrário temos a marca de maior conferência JS do mundo.

Como JSConfbr nasceu

Na edição 2011 do BrazilJS o Douglas Campos palestrou sobre um assunto Phoda impressionando os gringos que vieram, ele foi indicado a palestrar no JSConfEU e também foi bastante aplaudido por lá. Pois bem, observe no email do Chris que uma das regras não escritas sobre ter a chancela da realização de uma edição do JSConf é justamente ir a uma e tomar umas cervas com os caras.

Douglas conseguiu um contato e relacionamento muito pr√≥ximo da c√ļria do JSConf e obteve essa autoriza√ß√£o, me contactou e eu resolvi topar assumindo v√°rios riscos devido ao pouco tempo.

Tínhamos a data pela disponibilidade de alguns palestrantes, era realizar ou deixar para o próximo ano.

No dia 22 de junho voc√™ ter√° a oportunidade de participar no Brazil de uma edi√ß√£o desse que √© o melhor evento sobre Javascript no mundo em um formato muito inovador para n√≥s brasileiros, estilo cocktail [inclusive se prepare para surpresas] e de forma muito agrad√°vel com a possibilidade de conversar com seus √≠dolos durante as apresenta√ß√Ķes.

Se n√£o conhece o formato, acompanhe nas fotos das edi√ß√Ķes passadas, principalmente a europ√©ia.

Ouça o Grokpodcast sobre o evento aonde o Douglas falou um pouco sobre o JSConfbr.

Além de tudo isso o nosso Call for Papers ainda está disponível.

Deixe-me saber o que voce precisa para vir ao evento, agora corra porque as inscri√ß√Ķes est√£o se esgotando.

Posted in braziljs, JSConf, JSConfbr ~ 1 Comment