Windows ainda é mais melhor do que Linux

Linux tem uma curva alta de aprendizagem, Linux não tem suporte oficial, com Linux você não acessa velhos arquivos ou não pode compartilhar novos arquivos com outros,  Windows tem melhores softwares do que Linux, Linux não é seguro, os Softwares para Linux tem baixa qualidade, os Softwares para Linux estão sempre atrasados aos do Windows, com Linux você não tem garantia, a microsoft irá processá-lo por uso de patentes e por último o custo total de propriedade do Linux é mais alto do que do Windows.

Retratei no primeiro parágrafo 10 FUDs célebres. O título foi provocativo e chamativo para comprovar um experimento.

Eu não estou afirmando que o Windows é melhor do que Linux, quero deixar bem claro. Mas esse tipo de manchete é cotidiana em todos os meios de comunicações, é comum trazer na chamada algo que o artigo irá combater por exemplo, além do que a polêmica vende mais.

Porque fiz isso?

Após iniciar a leitura do “Extraordinary Popular Delusions & the Madness of Crowds” de Charles Mackay, venho imaginando como a internet massifica tanto a sabedoria quanto a loucura das massas. Basta um pequeno conjunto de fatores para os manipuladores criarem uma verdadeira bomba atômica.

Tenho observado que a teoria do Cardoso é verdadeira, de que maioria não lê um artigo inteiro, apenas o título e no máximo o primeiro parágrafo, já indo direto para os comentários caso o título desagrade sua forma de ver o mundo.

Dentro dessa realidade observei que muitos Freetards que supostamente defendem a liberdade são intolerantes e desejam a censura de tudo aquilo que não concordam. Não é de estranhar que me chamem de analfabeto por causa do título desse artigo. Portanto imaginei um formato para atacar esse nicho.

Como base nessas observações eu imaginei o formato desse Post para comprovar que:

  1. Poucos irão ler o artigo inteiro e chegar até aqui;
  2. Pessoas consideradas cultas (pelo menos por elas mesmas) podem se enquadrar no rol das salsinhas;
  3. Com prática você pode criar um modelo de manipulação das massas;
  4. Com um modelo você pode manipular facilmente a maioria e obter o que quiser com isso.

Vou ver se indexo esse post em algumas comunidades de Freetards e ver o que acontece.

12 thoughts on “Windows ainda é mais melhor do que Linux

  1. Helcio

    cara, eu nem me manifesto mais em listas de discussões maiores, onde eu não conheça pessoalmente os integrantes, por isso.

    vc escreve seis linhas, o cara lê apenas uma e cria uma tese completa sobre seu comportamento, suas origens, seu pensamento, levanta um veredicto inquestionável sem nem sequer ler seus argumentos.

    pra quem gosta de picuinhas online é legal. eu não tenho saco.
    abs

  2. Pingback: Christiano via Rec6

  3. Fernando Chucreq

    Milfont, eu fui uma pessoa que sempre cai nessa sua teoria, apesar de desconsiderar a noticia eu acabo determinando o conteudo completo pelo titulo e primeiro paragrafo. Essa tecnica vem, acho, da forma que aprendemos a escrever textos, primeiro o fundamental, depois a história.

    Gostei da iniciativa, vou escrever depois no site referenciando esse post, acredito que essa sua postura (de tentaar entender os leitores), se praticada por outros, trará melhores conteudos para a web.

    Abraços

  4. CodEki

    Concordo ai com vc e com o colega anterior a maioria das pessoas realmente so le o titulo e o primeiro paragrafo bela iniciativa vou recomentar esse comentario a alguns amigos, quanto a questao linux, to cansado de ver o pessoal do linux dizendo q e melhor q isso q aquilo me fez lembrar o Gobbels, o cérebro da propaganda nazista, q dizia que “Uma mentira repetida inúmeras vezes torna-se verdade” , recentemente li num blog (vou procurar o link depois) sobre um comparativo da nova versao do ubuntu com o vista e o vista se saia bem melhor em 7 dos 10 quesitos e acredite nao era o site da microsoft nao 🙂
    o pessoa do software livre condena willian gates tachando ele como o demonio na terra, esse pessoal chiita do software livre deveria era desenvolver algo decente for linux pq ate hoje todos os softwares q vejo no linux sao meras imitaçoes de programas for win e (nossa ta ficando grande melhor eu parar aqui:) )
    comentario de um cara q participou por anos de comunidades linux e ja esta cansado por nao ver futuro nisso
    o linux NUNCA superara o windows
    e isso
    :~~
    p.s abraços milfont e parabens pelo post

  5. Rafael Carneiro

    Gostei do termo “Freetards”. 🙂

    Bem, quando eu vi o termo “mais melhores” no título do seu post já comecei a duvidar que poderia ser um post interessante, um post que você estaria colocando suas idéias e opiniões sobre algum fato.

    Acho essa discussão interessante, porque vejo muito isso acontecer por aí. Os internautas devem ser mais cuidadosos e cautelosos e aprenderem que devem ler mais para poderem expor suas idealizações e movimentos na rede.

  6. Hildeberto Mendonça

    Fazer com que o leitor leia o post até o fim é responsabilidade do escritor. Ele que deve tornar o texto interessante o suficiente para prender a atenção do seu público.

    Realmente Linux tem uma curva de aprendizado bem alta e várias desvantagens, mas existem três fatores que para mim são mais importantes do que os dez mencionados no post:

    performance: é absurda a diferença de performance entre Linux (o mais rápido) e o Vista. Eu tenho dois notebooks, sendo o primeiro com quase o dobro da capacidade do segundo, mas o Linux do segundo roda muito mais rápido que o Windows XP do primeiro.

    anti-virus: o overhead causado por software anti-virus é altíssimo, o que contribui para uma degradação ainda maior da performance de máquinas com Windows.

    lixo eletrônico: é fato que Windows Vista gera lixo eletrônico. O meu primeiro notebook é dual core e tem 2 Giga de RAM, mas o programa de compatibilidade do Vista indicou que a versão indicada para o meu sistema é a Home Basic. Ou seja, se eu quizer algo melhor, preciso descartar meu notebook e comprar outro :-(.

    Detalhes da minha opinião sobre o Windows estão aqui: http://planexstrategy.blogspot.com/2008/03/microsoft-windows-is-getting-out-of.html

  7. Terramel

    Interessante este post… Não tanto para os interessados em Linux ou Windows, mas sim para os interessados em blog, SEO etc.

    Só gostaria de dizer que o termo “freetard” é um termo extremamente idiota ¬¬

    Especialmente pelo fato de que os que menos falam besteiras são os defensores do Software Livre… Os *tards mesmo são os usuários Windows e Apple… Windows porque é a maioria que usa e a maioria deles é alienado e/ou mIgUxXxxUUu… Apple porque seus fãs ignoram qualquer coisa por pior que seja e sempre usa a desculpa do design (de certa forma) para exaltar a Apple, o Mac, o Jobs e seus outros produtos ou atitutes ;D

    Abraços
    do Terrinha

  8. Thiago

    Muio bom esse post.
    No começo dele pensei que fosse uma crítica ao Linux. Só percebi que não era quando você disse que “Linux não é seguro” =P.

    Em relação ao fato do povo só ler o título eu até concordo em certo ponto. Por exemplo, eu leio um monte de blogs e outros sites. Se eu fosse parar e ler tudo deles eu iria usar todo o meu dia só pra concluir esse trabalho de hércules. Por isso eu leio o título e se me interessar eu vou e começo a ler de verdade (como aconteceu com esse seu post ;-D ). Já teve vezes que li tudo, mas também tiveram outras que li só o primeiro parágrafo e mal. É como o Hildeberto falou, cabe ao escritor prender a atenção do leitor. Mas pode ter certeza de que eu não vou falar bem ou mal de alguma coisa que eu não li. Apenas não falarei nada =) .Se tiver vontade de expressar a minha opinião sobre algum post ou sobre alguma coisa eu gosto de ler o máximo que puder sobre aquilo pra não cair na besteira de interpretar erroneamente as idéias do texto. Acho ridículo quem faz isso. Deveria ser um pecado mortal =P.

    Em relação a esses Freetards eu concordo plenamente contigo. Na UFC (onde estudo) tem gente assim. É como eu penso, eles não são a favor do Software Livre e sim contra tudo que não for livre. Respeito ! Essa coisinha aí é que falta pra gente que pensa assim.

  9. Zararu

    A responsabilidade de prender o leitor é do autor! CONCORDO!

    Há de se considerar que a inclusão digital se deu antes da inclusão social, então, é natural ver/ler/ouvir bobagens por aí! E há de se somar os inúmeros incluídos anônimos que se revelam no mundo virtual!

    Mas quando vc cita o termo freetards, ou generaliza quem defende alguma coisa, não comete o mesmo erro do leitor que lê apenas um parágrafo? Será que vc “leu toda massa crítica”? Ou criou um perfil dos defensores a um S.O. apenas lendo as letras garrafais e as salsinhas?

    Pelo comentário e pelo texto, aparentemente o grupo de salsinhas é maior que eu imaginava!!! Cuidado ao apontar o dedo a alguém!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *